Há tempos, ainda na era do ps2 deu-se início a várias séries de sucesso relativo. Esse é o caso de Jak and Dexter. Uma franquia bem controversa, que mudou  para vários estilos de jogo, mas que de certa forma, conquistou fãs.

A primeira aventura da trilogia, a qual este texto se refere, é um jogo de aventura bem similar aos antigos jogos da série Crash Bandicoot. Só por isso, já dá pra notar que o jogo é realmente bom. Tem falhas, mas é bom.

Nesse jogo você deve explorar um vasto mundo dividido em regiões, como praias, vulcões e cidades submersas em procura de orbs para adquirir poder e assim, salvar o mundo.

A jogabilidade é bem bacana. Você corre, pula, soca, chuta, dá Shoryuken, atira bolas de fogo e até pilota uma moto/planador. O ruim fica por conta dificuldade baixa, pois é bem fácil passar as fases. O sistema de câmeras é bem ruim também, chegando a dar raiva no jogador. E talvez, o pior de todos: as fases de velocidade. Elas não são dificeis, mas são extremamente irritantes, principalmente quando possuem alguns objetivos, como seguir alvos azuis, ou destruir plantas venenosas.

Os personagens são bem legais até cativantes. Mas nenhum deles é tão carismático quanto Dexter, esse é realmente legal! Mulherengo, esperto, engraçado, ahhaahah, realmente um grande personagem!!!

Os efeitos sonoros também são bem legais. As músicas são boas, o som do mar, dos inimigos, as vozes e falas são realmente boas e encaixam perfeitamente com o background de cada fase.

Enfim, J&D é um jogo bem legal que talvez merecesse algo mais interessante do que uma coletânea remasterizada. Se ainda não jogou, não sei o que está esperando!