É sempre bom, e fácil, falar de games que marcaram época. Super Metroid, certamente, foi um dos grandes jogos da geração 16 bits. Talvez tenha sido, ao lado de Mario, Sonic e Zelda, o melhor game daquela geração.

Super Metroid continua a saga da caçadora de recompensas Samus Aran.  O que se encontra nesse game é realmente o que o próprio nome diz: uma versão Super. Ou seja, enredo é continuação dos outros dois jogos lançados para NES e Gameboy, respectivamente. Mas as melhorias são incontáveis.  Não se trata apenas de gráficos melhores, mas tudo o que havia de bom nos anteriores foram realmente melhorados nesse.

A jornada de Samus é realmente incrível, começando por uma estação espacial e depois partindo para um planeta com muitos perigos e áreas a serem exploradas. E a exploração é o forte nesse jogo. Pois através dela você encontrará itens e se tornará mais forte para vencer os obstáculos desse planeta. Existe um mapa para auxiliar durante a jornada, o que é bem útil. Aliás, aí está um exemplo de como se fazer um mapa que realmente ajuda os jogadores.

A jogabilidade, por sua vez, é incrível! Samus começa apenas correndo, pulando e atirando. Mas com o passar do tempo ela adquire habilidades incríveis, como pulos múltiplos, tipos variados de tiros e até mesmo uma super corrida, que de tão veloz sacrifica seu próprio hp. Os comandos são bem precisos e contam com o auxílio dos botões L e R para mirar nas diagonais, se preferir.

Para finalizar, Super Metroid além de ter um enredo adulto e consistente, uma jogabilidade ótima, possui efeitos sonoros de grande qualidade que realmente passam um sentimento de grande suspense enquanto está a desbravar novas áreas. Recomendadíssimo!!!