Depois do sucesso estrondoso do primeiro jogo da série e de conseguir melhorar ainda mais o que já era bom, foi gerado uma grande expectativa em relação a este game. DKC3 veio estrelando a simpática macaquinha Dixie. No entanto, esta terceira versão não foi tão boa quanto a segunda, e isso não é demérito algum.

Podemos notar uma qualidade gráfica incrível, com muitos detalhes, fases coloridas e criativas, novos inimigos e até mesmo um novo personagem, Kid Kong. O esquema de jogo continua o mesmo: coletar as moedas DKs e os bônus das fases para conseguir mais de 100% e ver o final especial. No entanto, houve a inserção de mais alguns afazeres, como efetuar uma seqüência de trocas e resgatar uma certa quantidade de pássaros pelo mundo. Falando em moeda DK, agora para coletá-la é necessário matar um inimigo que a segura como escudo, ou seja, atirar barris de ferro de forma que o atinja em locais desprotegidos.

O sistema de dificuldade bem interessante. Como não há possibilidade de escolher se quer jogar no easy ou hard, ela vai aumentando gradativamente no decorrer do game. Isso lhe garante grandes problemas durante as fases mais avançadas, um nível de complexidade maior para completar as fases de bônus e a necessidade de utilizar de raciocínio lógico para conseguir coletar as moedas DK.

Apesar do up no visual, as músicas caíram um pouco na sua qualidade, ou seja, elas não são mais tão legais quanto as do game anterior. Outra coisa que muita gente vai sentir falta são as fases em cavernas de gelo e cristais, que foram substituídas por fases em árvores e cachoeiras.

De qualquer forma, DKC3 é um game muito legal e que vale a pena jogar.